Contos

08-01 2017

Sobre as Finitudes e os Recomeços.

por Cris Lavratti

Findou o dia
Caiu a noite
Findou a estrada
Destino à vista
Findou o livro
Outro se posta
Findou a luz
Nasceu o fogo
Findou o vento
Amornou a praia
Findou o inverno
Verão na pruma

Continue Lendo >>

28-10 2016

A crise é geral (um conto debochado)

por Cris Lavratti

- E aí, maluco, tudo?

- Tudo, meu véio e tu?

- Ah. Na mesma. Crise batendo nas coxa. Tá cada vez mais difícil colocar comida na mesa, pagar as conta, o aluguel do barracão. As criança só querem saber de tv por assinatura e video game. Na minha época a gente via canal normal e não precisava pagar nada a mais por isso, agora é discóveri, cartún, fóx… toda essa porra. E a mulé? Que toda a semana tem que ir na manicura, é cabelo, roupinha da moda. Cada novela nova que surge, troca todo o guarda-roupa. Maquiage, o caramba. “Ai amor, olha o modelito da Cláudia Raia. Eu necessito daquela saia. Isso só pode ser coisa de Deus.” Daqui um pouco tá virando evangélica, a coitada. E eu aqui, me virando é nos trinta pra manter o padrão. Tá foda, véio.

Continue Lendo >>

19-03 2016

Bordado da vida

por Cris Lavratti

Maria bordou no ventre.

E agora, no passar das luas, o bordado fez-se inteiro.

E com ele, uma pontada.

Começava por trás, pelas costas.

Continue Lendo >>

15-11 2015

O despertar

por Cris Lavratti

Não sabia para onde ir. Seus olhos mergulhados na alma, não transbordavam mais as lágrimas que antes inundavam seu rosto.

Elisa finalmente se conformara com a separação. Buscava respostas. Mas não elaborava bem as perguntas. O mundo visto de fora para dentro, era ilusório. Não adiantava insistir. Ela só iria perceber a verdade, ao mudar de ângulo.

Continue Lendo >>

20-07 2015

Carta de despedida

por Cris Lavratti

Crônica publicada no portal Negócio Feminino

Um dia, sem mais nem menos, você virou uma sombra em minha vida. Eu não conseguia te enxergar com nitidez, nada mais estava claro. O que antes era um céu azul e trazia brisa suave, tornou-se cinza, anuviado e cheio de tormentas. Nossa vida se fechou em um cadeado qualquer no tempo. Estávamos presos um ao outro, já não voávamos como antes. Nossas asas estavam pesadas e a ventania nos embolava em discussões diárias.

Continue Lendo >>

26-04 2015

Dino e a tampa

por Cris Lavratti

Dino Bambino é um cara bacana, mas a vida dele nunca foi fácil. Cada conquista era muito sofrida e algumas não conquistas, um tanto dramáticas. Ouso dizer que transitam entre o drama e a comédia. Mas enfim, o fato é que dizem por aí que ele só pode ter a alma mexicana.

Continue Lendo >>

26-04 2015

Foi assim que eu não conheci Mário Quintana

por Cris Lavratti

Crônica publicada em fevereiro/2015

Os dias nos presenteiam com causos incríveis. O ser humano na intimidade, transborda e sou da opinião que boas histórias merecem ser compartilhadas, certo? Pois bem, em Caxias do Sul, onde moro, estive numa dessas lojas de revelar fotos, pois precisava imprimir uma, em tamanho extra grande, para compor a contracapa de um livro que será publicado no segundo semestre deste ano, sobre as tirinhas de Luis Fernando Veríssimo.

Continue Lendo >>