26-04 2015

Eu tenho lido: O Velho e o Mar

por Cris Lavratti

Dica publicada na minha coluna no Portal Eu Tenho Visto

Nesta fase de fins e começos, eu gosto de indicar clássicos. Não sei porque! Mas ano passado foi assim e esse ano de novo, quase que sem querer. Destino, talvez! Mas os clássicos, o são, por algum motivo. Então, nada mais justo que relembrá-los.

Eu sou fã de carteirinha do Hemingway. Gosto muito. E acabei de reler o célebre “O Velho e O Mar”. Um livro digno, que fala da jornada, que pode ser a minha ou a tua.

No caso da obra, heis que se apresenta a jornada do velho Santiago, um pescador, que depois de 84 dias sem pegar um peixe, adentra ao mar com a solitude como companhia e consolo e é neste cenário que trava uma incrível batalha com o maior peixe que já viu.

Durante os dias infindáveis e as noites infinitas, ele supera a si mesmo, em uma pequena embarcação, a perder de vista, em pleno mar do Caribe.

A batalha do velho é apenas uma figura de linguagem, para trazer a tona a batalha que todos nós travamos na vida. A batalha interna, da superação de si. Quando em nossa própria companhia alcançamos o ápice das nossas forças e capacidades. Quando precisamos tanto de nós que até a fé esquecida, nos arrebata com tamanha força e o milagre da vida acontece, pois mesmo sós não estamos sozinhos.

“O Velho e o Mar” foi escrito em 1952 e é o livro mais popular de Ernest Hemingway, tanto que quando o autor foi agraciado com o Prêmio Nobel, em 1952, esta obra foi mencionada como uma justificativa para o prêmio, considerado uma obra-prima da prosa moderna.

 

capa_ovelhoeomar

 

Serviço:

“O Velho e o Mar”

Ernest Hemingway

Editora Bertrand Brasil

Preço de capa: R$ 32,00

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *