amor

30-01 2017

Sobre os quereres…

por Cris Lavratti

Tão grande é a força que sublima nossos maiores quereres, que postamo-nos de pés firmes diante de nossas vontades. E arrebatados pelo objetivo, acabamos não percebendo as nuances do depois.

Cair em si? Não. Pois estamos fixos. Arregalados. Braços cansados. Costas largas. Afinal, remamos e remamos num oceano azul e cheio de obstáculos, com tubarões e moreias. Mas também com sereias e golfinhos para acalentar a jornada.

Continue Lendo >>

25-11 2016

O mundo precisa de amor

por Cris Lavratti

“Ninguém nasce odiando outra pessoa pela cor de sua pele, por sua origem ou ainda por sua religião. Para odiar, as pessoas precisam aprender, e se podem aprender a odiar, elas podem ser ensinadas a amar.”

Eu começo o texto de hoje com essa frase do Nelson Mandela. Uma frase cheia de significado. Uma frase que carrega em cada palavra um grande ensinamento, o ensinamento do verbo amar. Não basta repudiar o preconceito e indeferir palavras e atitudes de ódio que acabam por si só igualando o estopim. Mas sim, ter a noção de que esses conceitos arraigados na pobreza de conhecimento, são o reflexo de uma humanidade doente. Doente por séculos e que precisa urgentemente acordar deste estado de falência. Senão, o amanhã, cada vez mas, ficará comprometido.

Continue Lendo >>

04-09 2015

O meu amor

por Cris Lavratti

Crônica publicada no portal Negócio Feminino

O meu amor é copo cheio, é correnteza, é cachoeira, é movimento sem fim, que vai e torna para mim. O meu amor me embriaga com um olhar, faz meu coração acelerar, minha boca secar, minha pele suar.

Continue Lendo >>

23-07 2015

Amor infinito

por Cris Lavratti

Crônica publicada no portal Eu Tenho Visto

O que é o amor, afinal?

Seria um mar de águas claras? Infinito, sem bordas? Ou teria por mérito encostas, que o desenhassem, tornando-o ainda mais belo?

Seria uma floresta inteira de mata pura oxigenando o planeta? Ou simplesmente uma bela flor desabrochando pra vida, com suas pétalas ovacionando o deus sol?

Continue Lendo >>

26-04 2015

Não dê asas aos melindres

por Cris Lavratti

Ah, os melindres. Como esse tipo de sentimento consegue ter a capacidade de implodir amizades, fazendo desabar as pontes que antes eram motivo de convívio? Como pode esse sentimento ter a habilidade de criar muros cada vez mais altos, de distorcer a realidade, trazendo à tona uma ilusão doente?

Continue Lendo >>

26-04 2015

A lealdade por natureza

por Cris Lavratti

Crônica publicada em março/2015

Sempre ao seu lado, um filme estrelado por Richard Gere e dirigido Lasse Hallström, que conta a história verídica de um cão extremamente fiel, que após a morte de seu dono, permanece durante muitos anos o esperando na estação de trem, como costumava fazer, até que ele mesmo morre.

Continue Lendo >>

26-04 2015

Foi assim que eu não conheci Mário Quintana

por Cris Lavratti

Crônica publicada em fevereiro/2015

Os dias nos presenteiam com causos incríveis. O ser humano na intimidade, transborda e sou da opinião que boas histórias merecem ser compartilhadas, certo? Pois bem, em Caxias do Sul, onde moro, estive numa dessas lojas de revelar fotos, pois precisava imprimir uma, em tamanho extra grande, para compor a contracapa de um livro que será publicado no segundo semestre deste ano, sobre as tirinhas de Luis Fernando Veríssimo.

Continue Lendo >>