Contos

26-04 2015

Hoje é dia de festa

por Cris Lavratti

Conto publicada no Natal de 2014

A cidade amanhece um tanto vazia. Mas cadê a correria de ontem, anti-ontem? A correria que bebeu o tempo todinho em um só gole? Ai que paz que se faz agora. A cidade parece fantasma. As obras pararam de tocar aquela sinfonia urbana, que arranha, que cansa.

Continue Lendo >>

26-04 2015

Homens

por Cris Lavratti

Crônica publicada em dezembro/2014

Regina não tinha vocação para cuidar da casa. Provavelmente, já nascera com o cromossomo X manco, que mais parecia um Y – era o que diziam por aí! Economista, objetiva, gostava de um pôquer e ainda batia uma bolinha aos finais de semana.

Continue Lendo >>

26-04 2015

Brasil por todos os lados

por Cris Lavratti

Crônica publicada em março/2014

Pega ladrão! Nem era o cara, mas era negro. Foi preso. Black power, vestia camiseta preta, estava passando ali na hora errada. Correspondia a descrição, mas ninguém pediu para ver seus os documentos, e ele os tinha. Dezesseis dias na prisão, cortaram seus cabelos, tiraram a sua liberdade, mas não a sua força. Por sorte, levou só umas pauladas da polícia, não levou tiros, não foi a óbito, isso é considerado sorte no país da pilantragem. Teve sorte por ser artista e a mídia ter dado enfoque, foi solto. E se fosse mais um Zé ninguém? A mulher que o identificou incorretamente pertence a mesma mesma classe e também foi assaltada em sua paz, forçada, numa situação difícil, vai carregar a culpa para sempre. Que Deus a ajude.

Continue Lendo >>

26-04 2015

A magia do Natal

por Cris Lavratti

Conto de Natal publicada em 2013

Apressada, subiu as escadarias da entrada, os pés estavam tão velozes quanto os pensamentos. Adentrou a porta principal do saguão do edifício, percebeu que o elevador ainda contava os andares de baixo para cima, até voltar, a demora seria companheira. Resolveu continuar pela escada, só mais alguns lances e pensou alto: Quem sabe assim, aprendo a subir na vida?

Continue Lendo >>

22-04 2015

On my way (do meu jeito)

por Cris Lavratti

Poesia publicada em dezembro/2012

Veio de uma forma estranha. Acertou e desfez. Fiquei no ar.

Mesmo só tendo dado os primeiros passos, investi.

Acreditei. E me dei conta que acreditar sozinha, não frutifica.

Continue Lendo >>

22-04 2015

Enfim, grávidos

por Cris Lavratti

Crônica publicada em novembro/2012

Com os braços abertos, ela contemplava o horizonte. A brisa morna era um convite para os novos tempos. Seu corpo, agora, abrigava dois corações. O sorriso largo ganhou forma. O amor era maior que o mundo.

Continue Lendo >>

22-04 2015

Lívia, enfim, descobriu o amor

por Cris Lavratti

Crônica publicada em setembro/2011

Lívia tinha um amor, o maior de todos que já sentira. Sua vida se desenrolava em harmonia, altos e baixos não faziam parte do seu dia a dia. Era como num conto de fadas. As palavras, os gestos, os sentimentos eram ideais em todos os momentos. Aquele frio na barriga, o arrepio na nuca, o disparar da pulsação se misturavam com o aconchego como em uma noite de verão.

Continue Lendo >>