escolhas

20-01 2017

Nossa vida. Nossas escolhas.

por Cris Lavratti

Morremos diariamente, mas quando os primeiros raios de sol surgem no horizonte, o sopro da vida nos coloca de pé. E a cada abrir de olhos, a inteireza do mundo se apresenta e com ela, todos as possibilidades.

Nossas escolhas determinam nossos caminhos. Nada mais e nada menos. Não somos forçados, somos a soma de nossas atitudes, de nossas palavras, de nossas ações.

Mesmo que flua, que trave, mesmo que seja em decorrência de passos alheios, que seja sob a espada de nossos medos ou sob o perfume de nossas vitórias ou até sobre o muro das incertezas, culminamos em nossa vontade, não adianta correr.

Continue Lendo >>

14-10 2015

Anjos existem

por Cris Lavratti

Crônica publicada no portal Negócio Feminino

A história parece simples. Mas não é!

Anjos existem e são de uma perspicácia voraz. Principalmente, porque nós, seres humanos, somos muito imperfeitos e acabamos metendo os pés pelas mãos e causando um trabalho enorme para estes seres angelicais.

Continue Lendo >>

26-04 2015

Sacrifício é destituir o direito a liberdade

por Cris Lavratti

Após séculos de dor, sofrimento e angustia de um povo que foi arrancado de seus lares, de suas famílias, de sua terra. Após a imposição de um trabalho escravo, de uma nova religião, de uma vida sem futuro. Após a não liberdade deliberada e as tamanhas mazelas. Em pleno século XXI, ainda existem pessoas que insistem em levantar a bandeira do preconceito, da antipatia e da arrogância.

Continue Lendo >>

26-04 2015

Memórias não nos pertencem

por Cris Lavratti

Memórias despedem-se de nós e não o contrário. Esforços são em vão. Tentativas? Tampouco. Por mais que a busca se perpetue nas gavetas da consciência,  o nada é repetitivo e a negação constante.

Continue Lendo >>

26-04 2015

A do vizinho é mais verde

por Cris Lavratti

Crônica publicada em março/2015

Que tal falar do umbigo alheio? Sim, pois do meu nem pensar! “Olha ali aquela senhora, jura que tem vinte anos a menos e continua tirando proveito da minissaia. Pobre Mary Quant.” “Inconcebível aturar esse casal do andar de cima proferindo gemidos ensurdecedores antes das sete da manhã. Chama o síndico.” “Ela devia guardar todo aquele excesso de gostosura numa calça 54 e não nesta oito números a menos. Um colírio, por favor.” “Mira aquela criança se atirando no chão e chorando incansavelmente, não se faz mais pais como antes, falta-lhes voz ativa….”

Continue Lendo >>

26-04 2015

Quando as máscaras caem

por Cris Lavratti

Crônica publicada em março/2015

No dia em que nascemos neste planeta, seria muito bom receber um manual de como lidar com as mais variadas situações. Imaginem só que maravilha. Se o seu pai for do signo de leão, será mais fácil você tratar com ele desta forma. Ou se o seu chefe faz o tipo centralizador, o melhor é agir deste jeito. Se o seu namorado é ciumento, não alimente, aja de forma diferente. Se suas amigas são assim… faça assado.

Continue Lendo >>

26-04 2015

Foi assim que eu não conheci Mário Quintana

por Cris Lavratti

Crônica publicada em fevereiro/2015

Os dias nos presenteiam com causos incríveis. O ser humano na intimidade, transborda e sou da opinião que boas histórias merecem ser compartilhadas, certo? Pois bem, em Caxias do Sul, onde moro, estive numa dessas lojas de revelar fotos, pois precisava imprimir uma, em tamanho extra grande, para compor a contracapa de um livro que será publicado no segundo semestre deste ano, sobre as tirinhas de Luis Fernando Veríssimo.

Continue Lendo >>