26-04 2015

A vida testa

por Cris Lavratti

Crônica publicada em maio/2013

A vida testa. Precisamos estar atentos para não sermos devorados pelas horas, afogados pelos segundos sem fim, onde paramos de respirar para simplesmente viver no piloto automático.

A vida testa. Temos que estar preparados. As badaladas do relógio que vem para anunciar um novo tempo, passam a se arrastar lentamente na insignificância dos dias.

A vida testa. E com os testes vem o amadurecimento, a redescoberta, o despertar.

A vida testa, só que para acordar, precisamos estar com a mente aberta e o coração tranquilo. No desespero não encontraremos as respostas. Na ilusão não conseguiremos enxergar a realidade. Tentando entender os outros, não conseguiremos entender a nós mesmos.

A vida testa. As pessoas não são iguais. Têm crenças diferentes, atitudes diferentes, pensam diferentes.

A vida testa. Com sabedoria, com elegância, com clareza. Muitas vezes não percebemos e nos colocamos no lugar de vítimas, reclamamos do quanto a vida é penosa. Só não alcançamos que tudo isso tem um motivo, nos fortalecer.

A vida testa. E quando estamos no umbigo do problema, com o ego a flor da pele, acabamos dando importância demais para o que não merece nosso olhar e esquecemos daquilo que nos traz o cerne.

A vida testa para nos fazer mudar a lente, contrabalançar os reveses, as reviravoltas e afins e trazer a esperança.

A vida testa. E mesmo depois da queda, quando estamos nos reerguendo, ela vai lá e testa, para se certificar que estamos realmente fortes, para que assim, ela possa finalmente, nos deixar ir pelo caminho florido e se não estivermos preparados, ela vai lá e testa de novo.

A vida testa. Não adianta chorar, adianta mudar a atitude. Adianta aprender a lição, ter discernimento, ter amor no coração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *