Carta para Shakespeare

Crônica publicada em fevereiro/2011 Ser ou não ser… Eis a questão! Ou seria: Eis a questão? Para o mundo que eu quero descer! Querido Shakespeare, o que foi que você fez! Se internamente já carregávamos essa interrogativa, depois da célebre peça A tragédia de Hamlet, escrita por suas abençoadas mãos, o mundo virou do avesso, de vez!