Destino

O meu amor

Crônica publicada no portal Negócio Feminino O meu amor é copo cheio, é correnteza, é cachoeira, é movimento sem fim, que vai e torna para mim. O meu amor me embriaga com um olhar, faz meu coração acelerar, minha boca secar, minha pele suar.

Linhas da Vida

Crônica publicada em agosto/2014 Toda a semana eu pego a estrada, tenho alguns compromissos em cidades diferentes, mas que ficam perto uma da outra. As vezes decido por um caminho, as vezes por outro, gosto de mudar o trajeto, o destino é o mesmo, mas a experiência, diferente, todas as vezes.

Tenho pra mim

Crônica publicada em dezembro/2013 Tenho pra mim que a madrugada é fugaz. Ela guarda consigo muitos segredos, alguns medos, anseios, algumas alegrias e amores. Percebo um tanto de prazer e um muito de lágrimas. O silencio da escuridão pode ser amigável, ou então um martírio. Os pensamentos ganham impulso em sua companhia, voam tão longe …

Tenho pra mim Leia mais »