felicidade

26-04 2015

Não dê asas aos melindres

por Cris Lavratti

Ah, os melindres. Como esse tipo de sentimento consegue ter a capacidade de implodir amizades, fazendo desabar as pontes que antes eram motivo de convívio? Como pode esse sentimento ter a habilidade de criar muros cada vez mais altos, de distorcer a realidade, trazendo à tona uma ilusão doente?

Continue Lendo >>

26-04 2015

Topa uma viagem?

por Cris Lavratti

Crônica publicado em dezembro/2014

Hoje eu vim aqui para te convidar a uma viagem! Que tal viajar no tempo? Te imagina daqui há 20 anos. Não importa a idade que tu tenha agora. Lança teu olhar lá pra frente. Mira no horizonte e fecha os olhos. Deixa de lado os medos e os anseios, porque agora tu tem toda a coragem do mundo. Esse é o teu tempo. O tempo de evoluir naquilo que acredita.

Continue Lendo >>

26-04 2015

O amor é capaz de coisas incríveis

por Cris Lavratti

Crônica publicada em setembro/2013

O amor é capaz de fazer coisas incríveis. É capaz de transformar uma vida, de trazer paz e alegria. O amor é capaz de suavizar as palavras, de tocar a alma, de deixar as lágrimas rolarem. O amor é capaz de amenizar a dor, de mudar o rumo, de nos fazer flutuar numa manhã fria de setembro. O amor é um mar de possibilidades em nossa frente, um horizonte inteirinho de sabores ímpares, um rio de doçura, uma cachoeira intempestiva. O amor é o encontro da água gelada e da água morna, ele equilibra, habita em cada célula e não admite o distanciamento dos corações. Ele une e purifica.

Continue Lendo >>

22-04 2015

Por aqui eu vou

por Cris Lavratti

Crônica publicada em fevereiro/2013

A vida realmente é uma caixinha de surpresas. Boas e nem tão boas (não gosto de usar a palavra ruim, porque na verdade a gente nunca sabe o quão ruim poderia ter sido).

Continue Lendo >>