Para encontrar a paz

Para mergulhar é preciso encontrar profundidade. No amor, o mergulho jamais poderá ser solitário. Caso contrário, permaneceremos na borda, pairando no tempo que gostaríamos de viver, na ilusão de momentos que pulsam somente nos pensamentos.